sexta-feira, 24 de julho de 2009

PARA UMA EXISTÊNCIA MAIS PLENA
Para o filósofo Mario Sergio Cortella é preciso saber distinguir três aspectos, para uma existência mais plena:
1.o urgente do importante
2.o que é novo daquilo que é novidade
3.o essencial do fundamental

Nem sempre aquilo que é urgente é importante, escreve o filósofo.Às vezes é só um chamamento do dia-a-dia, seja do consumo ou de qualquer outra coisa que nos desvia do nosso projeto de vida que é construido ao longo dos anos.
"Importante é aquilo que importa, ou seja, aquilo que de fato tem significância para a existência".
A segunda distinção é entre o novo e a novidade.
Hoje , no nosso cotidiano, temos uma profusão de novidades, de modismos que passam rápidamente.Diferente do novo que é algo que se implanta, que revoluciona e permanece no tempo.O novo é aquilo que mantém a vitalidade, que é viçoso.
E o terceiro aspecto é a distinção entre o fundamental e o essencial.

O essencial é tudo aquilo que posso ser, que está germinando no indivíduo, que lhe dá plenitude. Por exemplo, a amorosidade, a liberdade, a sexualidade, a religiosidade, a amizade, a fraternidade, a solidariedade.Isso é essencial.
Já o fundamental é o que nos permite atingir o essencial, que nos auxilia a chegar lá. O fundamental é o acessório;o essencial é o prioritário".
Mario Sergio Cortella afirma que parte dos jovens (acrescento dos adultos também) perde o foco da possibilidade de esperança, porque persegue o urgente e a novidade, deixando o que é essencial de lado.
Frei Betto , que dialoga com Cortella neste livro, reforça essas ideias ao afirmar ,
"quando não existe um projeto de vida qualquer dificuldade leva a um impasse, e a pessoa então desanima".
Para Dulce Critelli ,terapeuta existencial,
"é a realização de coisas e de projetos que nos faz sentir inteiros,capazes,poderosos.O sentimento de autorrealização não vem dos desejos atendidos,mas das obras acabadas-e das que temos em andamento".
Frei Betto, partilha desse mesmo pensamento, quando coloca que uma outra fonte de desânimo é quando passamos a associar felicidade ao prazer, quando a verdadeira felicidade seria a construção do projeto com todas as suas adversidades incluídas .
Termino com o pensamento de Dulce Critelli que é um lembrete bastante precioso :
"Uma vida feliz é uma vida em que empenhamos tempo, esforço, habilidades e talentos para a concretização de algo,nem sempre do que mais cobiçávamos ou dos nossos sonhos.Por vezes, trata-se de fazer o que é possível ou necessário".
fontes:
livro: Sobre a Esperança-Diálogo
Frei Betto/Mario Sergio Cortella Editora Papirus/Debates
Folha de São Paulo equilíbrio/Quinta-feira, 23 de julho de 2009
.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.--,--,-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.,-,-,--,-,-,-,-,-,-,-,-,-,;-;-;;-,-,-,-,-,-
Respeito é dado, não é pedido,
respeito é mostrado, não é escondido.
Respeito sai naturalmente, é recíproco, e é sem volta, é completamente transparente.
Respeito não mente, por respeito ele fala a verdade e não desdenha ou ignora.
Respeito é universal, você respeita pensando, sentindo, olhando, rezando e ele atravessa o mundo na velocidade da luz.
Respeito passado pra frente é respeito procriando.
Respeito dirigido é respeito habilitado, é respeito habitado.
Respeito não é bonito de ver, é bonito de fazer, é bonito por natureza, é estampado e desavergonhado.
Respeito cria conceito não vive em preconceito.
Respeito te faz aprender, te mostra caminhos, te leva pra casa e te da um teto.
Respeito te faz ser, te faz ter e transcender.
Respeito da vida, é pela vida, é carente mesmo sendo crescente.
Respeito te faz bem, respeita diferenças e encanta.
Respeito não te faz vencer, te faz crescer e te torna um ser melhor.
Respeito não é medido, é desmedido, não usa fita métrica nem matemática.
Respeito não é de um em um, é de um em um milhão.
Respeito conhece o bem, e respeita o mal.
Respeito te da a visão além do alcance, seja pelo olho de Tandera, bela bola de cristal, pela bacia de água ou pelo coração, ele é ação em toda ocasião.
Respeito não tem política ou religião, não tem região, não tem o si me dão, não é chorão é uma explosão.
Respeito dispensa reflexão, terapia ou opinião, ele já é formado e diplomado.
Respeito fala todas as línguas, entende todos os sinais, é surdo, cego e mudo, mas é entendido sem tecla SAP.
Respeito, é rasgado, é respondido, é raro, é real, é regido, é recíproco, é radiante, é rápido e indolor.
Respeito porque me respeito, porque respeito você, porque respeito a vida, porque respeito as suas escolhas, porque respeito seus deslizes, porque respeito seu DESRESPEITO e mesmo assim EU TE RESPEITO.
retirado do blog: http://grupomaos.blogspot.com/2009_03_01archive.html

"E umas das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de.
Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi criadora de minha própria vida". Clarice Lispector












Um comentário:

  1. Saludos ☻
    HOLA MI NOMBRE ES CARLOS,, SOY DE MEXICO Y PASE POR TU BLOG ESTA BONITO....
    TE ESPERO EN MI BLOGSPOT:
    http://galaxiajuvenil.blogspot.com/

    REGARDS ☻
    HELLO MY NAME IS CARLOS, I AM OF MEXICO AND PASS FOR YOUR BLOG THIS ONE NICELY.... I WAIT FOR YOU IN MY BLOGSPOT:
    http: // galaxiajuvenil.blogspot.com/
    ccbolon94@hotmail.com

    BYE (devuelvan la visita)☻ www.galaxiajuvenil.blogspot.com

    Hazte mi seguidor en mi blog← ☻

    ResponderExcluir

Apontadora de Idéias

Minha foto
São Paulo, Brazil
"A senhora me desculpe, mas no momento não tenho muita certeza. Quer dizer, eu sei quem eu era quando acordei hoje de manhã, mas já mudei uma porção de vezes desde que isso aconteceu. (...) Receio que não possa me explicar, Dona Lagarta, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas... Mas não posso explicar a mim mesma." (Lewis Carroll)

Arquivo do blog